DicasInformaçãoNutriçãoSaúdeTerceira Idade

Tipos açúcares: conheça os existentes e seus usos

By setembro 11, 2017 No Comments

Que atire a primeira pedra quem não gosta de sentir um sabor doce na boca – mesmo que de vez em quando – seja por meio de um café quentinho acompanhado de um bolo, uma fruta ou até, por que não, um pudim ou uma mousse de chocolate. Conheça os mais variados tipos de açúcares, mas tenha especial atenção pois o consumo de açúcar deve ser moderado e acompanhado por um nutricionista.

Açúcar cristal: é um dos mais comuns. Encontrado facilmente em qualquer supermercado, é formado por cristais grandes, transparentes e de uma cor amarela bem suave. É o tipo de açúcar mais comum.

Açúcar refinado: é o mais usado na preparação de receitas e, junto com o cristal, os mais fáceis de serem encontrados no supermercado. Seus grãos são muito finos e fáceis de serem dissolvidos e misturados. Seu branqueamento é feito por processos químicos e, com isso, ocorre a perda de vitaminas e minerais.

Açúcar orgânico: a produção deste tipo de açúcar, desde o plantio da cana-de-açúcar, não envolve agrotóxicos ou produtos químicos artificiais, como adubos ou fertilizantes. Possui a mesma capacidade de adoçar que os açúcares comuns e pode até substituí-los, mas é mais escuro. Além disso, por conta do seu processo de fabricação, preserva parte de seus nutrientes.

Açúcar demerara: com sabor mais intenso, sua fabricação é parecida com a do cristal, mas não tem aditivos químicos. Sua cor é marrom-clara e sua dissolução é um pouco mais difícil que os demais. Conserva todos os nutrientes.

Açúcar mascavo: de cor escura e sabor forte que lembra o caldo de cana. É rico em ferro, cálcio e sais minerais e considerado um dos tipos mais saudáveis, mas não agrada a todos. Forma mais bruta do açúcar.

Açúcar light: tem a vantagem de ser mais doce que o açúcar refinado e menos calórico. Desta forma, pode-se fazer uma compensação, usando menos açúcar e obtendo mais sabor. É uma combinação de açúcar e adoçantes e, por conta disso, não representa uma vantagem tão grande assim para quem deseja emagrecer. Neste caso, o melhor é optar por adoçantes de baixa ou nenhuma caloria. Além disso, também não pode ser usado por diabéticos.

Glicose ou glucose: muito utilizada na culinária, é fácil de achar em qualquer supermercado, também sendo conhecida como xarope de milho. Também deve ser evitado por diabéticos.

De posse dessas informações, lembre-se que uma alimentação saudável é a chave para uma boa saúde. Em caso de dúvidas, consulte sempre um nutricionista.

 

Leave a Reply