O aumento da expectativa de vida e a vitalidade de muitos idosos parece estar afastando de vez o fantasma da terceira idade. No entanto, para chegar lá assim, com disposição e sem maiores problemas de saúde e ter uma terceira idade saudável, é preciso seguir uma rotina que, segundo especialistas, deve começar aos 35 anos.

Boa parte das pessoas já ouviu falar que é importante manter uma boa alimentação, praticar exercícios físicos, não fumar ou consumir álcool em excesso. Porém, na juventude, situações como ataques cardíacos, falta de mobilidade, osteoporose e Mal de Alzheimer – para citar apenas alguns dos problemas de saúde enfrentados pelos idosos –, parecem um horizonte ainda muito distante. Quando o assunto é viver mais e melhor, no entanto, especialistas são unânimes em dizer que o estilo de vida que se tem na juventude é o que vai determinar a longevidade e o bem-estar de cada pessoa na terceira idade. Por isso, quanto antes você começar a ter uma vida mais saudável, maiores serão os benefícios futuros.

Terceira idade saudável passa por controle de peso

Uma dieta inadequada, por exemplo, favorece o sobrepeso e a obesidade, esta última apontada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como um dos maiores problemas de saúde pública do mundo. Mais da metade da população brasileira está com sobrepeso e a obesidade já atinge 20% das pessoas adultas, de acordo com relatório “Panorama da Segurança Alimentar e Nutricional na América Latina e Caribe”, divulgado em 2017 e apresentado pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS).

Além das organizações internacionais, a ciência também nos ajuda a entender como o nosso corpo reage àquilo que lhe faz mal. Matéria da revista Superinteressante de 2016 (Longa vida aos Moços) trouxe uma informação que vale a pena relembrar: quando nascemos, nosso cérebro possui 10 bilhões de células nervosas. Dos 30 anos em diante, de 10 mil a 100 mil dessas células morrem por dia, normalmente. Influências ambientais como alimentação inadequada, estresse, sedentarismo, drogas e fumo, porém, podem multiplicar por dez a rapidez do envelhecimento.

O estilo de vida, portanto, tem impacto direto em nossa saúde. Tanto, que doenças como a pressão alta, antes comum apenas em idosos, agora é diagnosticada em pessoas a partir dos 30 anos. Para evitar esse tipo de problema e semear uma terceira idade saudável, é imprescindível fazer a prevenção. Visitas periódicas ao médico são importantes para verificar não apenas predisposições genéticas, mas também doenças que podem ser diagnosticadas com um simples exame de sangue – caso da anemia. E cuidar da alimentação consultando o seu nutricionista é um hábito que certamente vai evitar sustos futuros. Se você ainda é jovem, é melhor pensar nisso agora. Viva seus melhores dias e seja cada vez mais feliz. Até o próximo post.