DicasInformaçãoNutriçãoSaúdeTerceira Idade

Ressocialização dos idosos: refeições em família são uma boa pedida

By outubro 2, 2017 No Comments

A história da alimentação se confunde com a da humanidade. Alimentar-se passou, com o tempo, de um ato meramente biológico para transformar-se em uma questão social. É à mesa, em momentos de descontração e alegria, dividindo uma refeição, que boa parte dos seres humanos escolhe para estar entre entes queridos. Além disso, realizar as refeições em família também é uma excelente oportunidade para promover a ressocialização dos idosos. Mas, para que esta convivência seja prazerosa para todos, é preciso tomar algumas medidas relativamente simples.

Há problemas muito comuns que acometem a Terceira Idade e que podem afetar diretamente a alimentação. Entre eles estão a perda progressiva do paladar, o que pode levar à ausência de apetite. Neste caso, apelar para os sabores das ervas e temperos aromáticos, pode colaborar e muito para resolver este desafio. Mas, atenção: comida mais saborosa não significa com mais sal. É muito frequente os idosos ingerirem mais sal e açúcar para compensar a falta do paladar e isto pode agravar problemas como o diabetes e pressão alta.

Outro fator que costuma afetar esta parcela da população é a perda dentária. Neste ponto, é necessário especial atenção porque a falta dos dentes gera problemas de mastigação e, consequentemente, de digestão. Além disso, a dentição incompleta também pode levar ao mau hálito o que causa impactos diretos na vida social e na autoestima. A solução para isto está na prevenção e em visitas regulares ao dentista.

Ressocialização dos idosos durante as refeições

Uma refeição prazerosa está diretamente ligada a uma boa conversa. E os idosos, em geral, costumam gostar de falar sobre as experiências que viveram. Este também é um excelente exercício de memória e uma boa forma de espantar a depressão. Prestar atenção ao que ele diz e perguntar sua opinião são maneiras de demonstrar amor e de fazer com que ele se sinta valorizado. Outro ponto importante é que muitos idosos podem sofrer com problemas de fala, surdez e até compreensão. Se for preciso, repita usando outras palavras, use um tom mais alto na voz e tenha paciência para escutar.

Cozinhar pratos que ele gosta e até pedir sua ajuda são também maneiras de mostrar que sua companhia é valiosa. Desta forma, ele comerá com muito mais prazer, mas é preciso especial atenção aos exageros. Falando nisso, um fator importante reside na leveza das refeições. Muitos acreditam que quem está na Terceira Idade não pode cometer pequenos pecados de vez em quando, como comer uma feijoada ou uma lasanha, por exemplo. Isso pode acontecer, sim, mas esporadicamente e desde que os exames estejam em ordem e que tanto médico quanto nutricionista concordem com esta refeição.

Com isso em mente, aproveite ao máximo as refeições para promover a ressocialização dos idosos de sua família e aproveite tudo de bom que possa vir daí.