O problema da obesidade atingiu tantas pessoas que passou a ser considerado uma epidemia. No Brasil, de acordo com matéria divulgada em 2017 pela BBC, a prevalência da obesidade aumentou em 60% desde 2006, passando de 11,8% para 18,9% em 2016, de acordo com o Ministério da Saúde. Em janeiro deste ano a revista Exame também destacou: 22 milhões de brasileiros sofrem com a doença, que custa ao SUS cerca de 500 milhões de reais por ano. A obesidade na terceira idade pode ser ainda mais preocupante, pois ela é fator de risco para o surgimento de outras doenças, como diabetes e doenças cardiovasculares.

A boa alimentação é fundamental para quem não quer fazer parte das estatísticas acima. Afinal, a principal causa das doenças cardiovasculares, como hipertensão arterial e insuficiência cardíaca, é o acúmulo excessivo de gordura nas artérias.

Vale lembrar que a obesidade também dificulta a mobilidade, o que acaba levando as pessoas ao sedentarismo. Com isso, passa-se a ter problemas respiratórios e desgastes de ossos e articulações. Mudar hábitos, por sua vez, é imprescindível para evitar ou combater a obesidade na terceira idade. É preciso dedicar atenção ao que se ingere, priorizando alimentos naturais e evitando os processados. Refrigerantes e sucos artificiais, dois grandes inimigos da saúde, também devem ser abolidos da dieta, assim como doces e frituras, entre outros. Além disso, é preciso incluir na rotina a prática de exercícios. Uma caminhada leve é um bom começo para o auxílio da perda de peso.

A gordura dos alimentos também é a responsável pelo aumento do colesterol, que pode causar entupimento de veias e artérias, o que pode ocasionar infarto e derrame. A gastrite, por sua vez, também pode surgir a partir da má alimentação. Trata-se de um processo inflamatório que acontece no revestimento interno do estômago, conhecido como mucosa, e que causa bastante desconforto.

Além dessas, há outras doenças causadas pela má alimentação, como anemia e até prisão de ventre. Por isso, cuidar da sua saúde está diretamente ligado à busca de uma dieta equilibrada. Não deixe para depois. Priorize o seu bem-estar e procure sempre uma nutricionista. Até o próximo post!