A disfagia orofaríngea é uma condição que provoca dificuldade de deglutição, ou seja, de engolir (alimentos líquidos ou sólidos). Pode afetar bebês, crianças e adultos, ocasionando complicações como desnutrição e desidratação. Além disso, a disfagia em idosos, bem como em pessoas de qualquer idade, pode provocar um quadro de pneumonia que, dependendo do estado do paciente, pode ser fatal. Isso ocorre porque o bolo alimentar naturalmente passa da boca para a faringe, mas com a disfagia orofaríngea o alimento pode penetrar na laringe, levando o paciente a aspirar o alimento, que acidentalmente vai para os pulmões e pode evoluir para uma pneumonia.

A condição afeta principalmente pessoas com doenças neurológicas, como derrame, Parkinson e paralisia cerebral, bem como pessoas com tumores ou traumas da boca ou garganta. No entanto, o processo de envelhecimento contribui para o enfraquecimento muscular, o que provoca mudanças fisiológicas que interferem no processo de deglutição. A falta de dentes ou problemas com próteses e implantes também pode prejudicar o processo de mastigação e deglutição. Por isso, a terceira idade deve estar atenta ao problema.

Idoso: veja alguns sintomas da disfagia orofaríngea

• Dificuldade em iniciar a deglutição;
• Tosse durante ou após a alimentação;
• Engasgos constantes com alimentos ou saliva
• Excesso de saliva
• Sensação de algo parado na garganta;
• Pneumonias de repetição.
• Perda de peso involuntária;
• Cansaço e falta de ar ao se alimentar
• Voz alterada ou rouca após a alimentação

Qual o tratamento?

De acordo com o Hospital Sírio Libanês, o tratamento do paciente disfágico pode envolver medidas fonoterápicas, clínicas ou cirúrgicas. Fazem parte do tratamento modificações dietéticas, adaptação de manobras e terapias facilitadoras da deglutição, uso de medicações e aplicação de toxina botulínica para diminuir a quantidade de saliva e até alguns procedimentos cirúrgicos.

Idoso: saiba como agir em caso de engasgo

Há uma manobra que deve ser feita nesse caso, tanto em bebês, quando em crianças e adultos: a Manobra de Heimlich. Ela provoca uma elevação do diafragma e aumenta a pressão nas vias aéreas, forçando a saída do corpo estranho e salvando, frequentemente, a vida da pessoa que se engasgou. VEJA AQUI como proceder com os adultos (minuto 1:15).

Se você estiver sozinho também é possível realizar a manobra: VEJA AQUI (minuto 1:50).

Se você desconfiar que está com disfagia, procure imediatamente um médico, já que a condição exige o acompanhamento de fonoaudiólogo e nutricionista. Até o próximo post!